Jogo da Água

Desenvolvimento de uma Aplicação Android, que teve como objetivo a representação de uma maqueta virtual do ciclo urbano da água em Faro e, em adição, foram considerados alguns pontos no mapa, com dinâmicas pedagógicas relacionadas com a temática.
Esta maqueta teve em consideração a necessidade de apresentar algumas especificidades que identificam a cidade de faro.
A aplicação foi direcionada para crianças a partir dos 6 anos e, como tal, toda a linguagem visual está de acordo com o seu publico.
As tecnologias interativas apresentam uma enorme importância nos processo educativos dos mais pequenos. Uma das principais características é a carga motivacional adicionada às tarefas. Contudo, estas tecnologias, para além da aprendizagem requerida numa aplicação, possibilitam trabalhar muitos outros
aspetos, como a motricidade, a inteligência emocional, a criatividade, entre outros.
Pretendeu-se assim que este projeto, assente no desenvolvimento de uma aplicação Android, fosse educativa e que ajudasse os técnicos de educação a saber aproveitar as tecnologias para promover as capacidades cognitivas, emocionais e socais da criança.

O projeto foi desenvolvido, tendo em consideração a facilidade de acesso à informação e conteúdos (redução máxima de conteúdo texto), navegação intuitiva (dinâmica de navegabilidade), e uma forte componente interativa.
A SPIC propôs-se desenvolver o projeto utilizando uma metodologia consolidada e utilizando a experiência e know-how de que dispõe ao nível de desenvolvimento de sistemas de informação.
Esta metodologia contemplou não apenas os parâmetros estritamente técnicos, mas também as vertentes de design, gestão de projeto e controlo de qualidade, com o estabelecimento de um plano concreto de tarefas e metas intermédias, tendo em vista os resultados adequados às prioridades e objetivos do projeto.Desenvolvimento de uma Aplicação Android, que teve como objetivo a representação de uma maqueta virtual do ciclo urbano da água em Faro e, em adição, foram considerados alguns pontos no mapa, com dinâmicas pedagógicas relacionadas com a temática.
Esta maqueta teve em consideração a necessidade de apresentar algumas especificidades que identificam a cidade de faro.
A aplicação foi direcionada para crianças a partir dos 6 anos e, como tal, toda a linguagem visual está de acordo com o seu publico.
As tecnologias interativas apresentam uma enorme importância nos processo educativos dos mais pequenos. Uma das principais características é a carga motivacional adicionada às tarefas. Contudo, estas tecnologias, para além da aprendizagem requerida numa aplicação, possibilitam trabalhar muitos outros
aspetos, como a motricidade, a inteligência emocional, a criatividade, entre outros.
Pretendeu-se assim que este projeto, assente no desenvolvimento de uma aplicação Android, fosse educativa e que ajudasse os técnicos de educação a saber aproveitar as tecnologias para promover as capacidades cognitivas, emocionais e socais da criança.

O projeto foi desenvolvido, tendo em consideração a facilidade de acesso à informação e conteúdos (redução máxima de conteúdo texto), navegação intuitiva (dinâmica de navegabilidade), e uma forte componente interativa.
A SPIC propôs-se desenvolver o projeto utilizando uma metodologia consolidada e utilizando a experiência e know-how de que dispõe ao nível de desenvolvimento de sistemas de informação.
Esta metodologia contemplou não apenas os parâmetros estritamente técnicos, mas também as vertentes de design, gestão de projeto e controlo de qualidade, com o estabelecimento de um plano concreto de tarefas e metas intermédias, tendo em vista os resultados adequados às prioridades e objetivos do projeto.